Share |

Estátua ao cónego Melo é uma provocação!

Comunicado à imprensa

A Coordenadora Concelhia de Braga do Bloco de Esquerda considera que a aprovação, em sessão de Câmara, da construção de uma estátua ao cónego Melo, é uma  provocação e a confirmação da total ausência de comunhão dos valores democráticos reivindicados por este agora decrépito executivo socialista.

Em fim de mandato, e em desespero pela disputa de votos da direita mais ultramontana do concelho, Mesquita Machado, Vítor Sousa e companhia, não hesitam em trair a história do seu próprio partido preferindo homenagear um homem que no pós-25 de Abril e depois de ter ajudado a espalhado o terror, se refugiou cobardemente na Galiza.

Apelidar um militante histórico do PS de “traidor à pátria” por ter promovido a descolonização, foi apenas uma das frases atribuídas ao cónego que liderou o ataque às sedes do “PCP” e de organizações de esquerda. Este passado do cónego Melo, não pode ser esquecido, cuja memória ainda permanece no Campo da Vinha, como uma ferida na cidade, como muitos bracarenses e democratas se recordam. A sua ligação à rede bombista que assassinou o padre Max e uma jovem estudante de 18 anos coloca gravemente em causa os valores que dizia defender.

É do conhecimento público que mesmo dentro do clero bracarense há sacerdotes que entendem que a vida do cónego Melo não justifica qualquer estátua.

É bom lembrar que Mesquita Machado, aquando da discussão deste assunto na Assembleia Municipal, assumiu perante os deputados municipais o compromisso de que, enquanto fosse presidente da Câmara, não seria erigida no espaço público qualquer estátua ao cónego Melo. Agora, na vertigem da luta pelo poder autárquico todas as aldrabices se justificam.

É pois, em nome dos muitos bracarenses que lutaram e lutam pela democracia, que prezam a democracia, que defendem a democracia, que o Bloco de Esquerda quer afirmar, bem alto, que uma cidade democrata não quer símbolos que não honram esta tradição antifascista e democrática e que a estátua do cónego não passará!  

A Coordenadora Concelhia de Braga do BE