Share |

BE questiona sobre a falta de medicamentos para doentes com cancro.

"É uma situação gravíssima e inadmissível, que queremos ver rapidamente esclarecida e, sobretudo, resolvida, a bem dos doentes", disse à Lusa Pedro Soares, dirigente BE de Braga.

Acrescentou que a falta de medicamentos no Hospital de Braga está "a adquirir demasiada normalidade", sublinhando "serem recorrentes" as queixas dos utentes. "É o resultado de uma gestão que privilegia os resultados económicos em detrimento dos cuidados de saúde", criticou.

O Hospital de Braga já admitiu que regista "uma rutura de fornecimento da medicação" para o tratamento de doentes oncológicos em ambulatório, mas garantiu estar a "envidar todos os esforços para a normalização da situação".

Ver a pergunta.

Via Jornal de Notícias

AnexoTamanho
pergunta-1_hospital_21022013.pdf264.08 KB