Share |

Bloco defende mais investimento no Mosteiro de Tibães

Pedro Soares, deputado do Bloco de Esquerda eleito pelo circulo eleitoral de Braga, esteve, na tarde desta teça-feira, reunido com a Direção do Mosteiro de São Martinho de Tibães, em Braga, para avaliar as condições do exercício da atividade deste museu.

 

Em declarações à imprensa, Pedro Soares afirmou que o Mosteiro de Tibães é “uma referencia cultural na região” e que a visão “economicista” sobre a cultura põe em causa a preservação deste património. “O quadro de pessoal previsto é de 41 pessoas e existem apenas 13 pessoas ao serviço, colocando constrangimentos muito fortes ao nível da manutenção e de acompanhamento ao público que visita o Mosteiro”, explicou.

 

Apesar de, na última década, o número de visitantes “mais que duplicou”, o deputado bloquista refere que “a redução brutal do quadro de pessoal”, através da “falta de capacidade de abertura de concursos para a integração de novos quadros”, não permite a transmissão de conhecimento intergeracional.

 

Pedro Soares critica ainda a “desvalorização das atividades culturais”, reflexo de um orçamento para a cultura “manifestamente insuficiente”, e exige “um novo olhar para o Mosteiro de Tibães”. Por isso, colocará esta questão ao Ministério da Cultura e tentará sensibilizar a autarquia bracarense, de forma a garantir mais recursos para este museu.