Share |

Comunicado CEJ

As recentes notícias vindas a público acerca do adiamento da festa de encerramento da Capital Europeia da Juventude 2012 em Braga vieram confirmar uma vez mais o desnorte da organização do evento da CEJ2012 colocando-se uma vez mais aquém das expectativas apresentadas pelos bracarenses.

A festa de encerramento inicialmente publicitada nos principais meios de comunicação do distrito fazia referência a um grande espetáculo a realizar no próximo dia 15 de dezembro. No entanto as condições meteorológicas previstas não serão as ideais e vai daí a CEJ2012 decide adiar a festa para o dia 22 de dezembro, prolongando-se assim por mais uma semana.

Tudo isto não passaria de uma normal e legítima alteração de planos não fosse o facto de estar a decorrer no mesmo dia na cidade vizinha de Guimarães a festa de 48h respeitante ao encerramento da Capital Europeia da Cultura, evento para o qual também estão previstos vários espetáculos, quer em recintos fechados quer no espaço público.

Esta alteração por parte da CEJ2012, para além de fazer bifurcar as vontades dos habitantes das regiões contíguas, obrigando-os a optar entre a festa da CEJ e a da CEC privando-os também de uma delas, mostra uma profunda falta de imaginação ao fazer coincidir a data com a festa da CEC. Senão vejamos, em Guimarães o Pavilhão Multiusos será palco de alguns dos eventos maiores da festa de encerramento. Não seria então previsível que a CEJ2012, à falta de alternativas, apontasse para o Pavilhão de Exposições de Braga (PEB) a realização de alguns dos espetáculos? Se o PEB não serve para um evento desta grandeza, é caso para perguntar, então para que serve?

Não seria de equacionar a possibilidade da festa de encerramento da CEJ2012 ocorrer no dia 29 de dezembro, ou as condições meteorológicas também não permitem tal feito? Talvez desta forma fosse possível minimizar o facto de fazer coincidir as datas entre as festas de encerramento de Braga e Guimarães.

O sucesso dos eventos passa principalmente pelo respeito para com o público e artistas que dão corpo às manifestações artísticas e culturais. O sucesso que só os elementos da CEJ2012 querem ver para a “sua” capital europeia esfuma-se por completo quando surge mais uma borra nesta pintura que tem sido pequena e que em nada dignifica o nome da cidade, dos seus cidadãos e dos seus jovens.

 

A Coordenadora Concelhia do Bloco de Esquerda
 
 

Oiça o ficheiro extraído do site www.rum.pt